Procurando por novas oportunidades de inovação? Questione seu trabalho

1 05 2011

Sabemos que, para procurar por oportunidades de inovação, devemos estar sempre olhando para fora da empresa. Grandes oportunidades de inovação nascem das mudanças no mercado, nas alterações dos hábitos e preferências dos consumidores, nos avanços tecnológicos, etc.

Tudo bem, realmente as grandes oportunidades estão fora dos portões da fábrica, e devemos nos manter atentos nos clientes e na concorrência. Mas também é importante estar atento às oportunidades internas de melhoria e inovação de métodos e processos. Fazer mais e melhor com menos e mais rápido – este é o desafio permanente.

Para ter novas ideias, questione seu trabalho

Por que estamos fazendo isto?

Isto é realmente útil?

Estamos agregando valor?

Há um modo mais fácil?

Estas são as perguntas que devemos fazer de modo permanente antes, durante e depois de concluir alguma coisa, grande ou pequena. É importante fazer estes questionamentos para assegurar que estamos fazendo um trabalho que vale a pena ser feito.

Por que estamos fazendo isto?

Às vezes, você se depara trabalhando em algo mas não sabe porquê? Neste caso, é muito importante questionar por que está trabalhando nisto. Qual a razão disto? A quem beneficia? Qual a motivação por trás disto? As respostas a estas perguntas o ajudarão a entender melhor o seu trabalho.

Isto é realmente útil?

Estamos fazendo algo realmente útil ou estamos simplesmente fazendo algo? É fácil confundir entusiasmo e hábito com utilidade. Não são raros os casos em que organizações continuam a fazer coisas cuja utilidade já desapareceu há muito tempo.

Estamos agregando valor?

Agregar custo é fácil, agregar valor é difícil. Na visão dos clientes, o que estamos fazendo realmente agrega valor aos nossos produtos e serviços? Há uma linha muito tênue entre agregar valor e subtrair valor. Às vezes, quando pensamos que algo acrescenta valor, o usuário vê como aumento da complexidade.

Há um modo mais fácil?

Há dois modos de se fazer algo: o modo difícil e o modo fácil. Há mais de 2.500 anos, Confucio já tinha observado: A vida é realmente simples, mas nós insistimos em torná-la complicada. Ao longo do tempo, os métodos de trabalho tendem naturalmente a se complicarem. Cada gerente introduz novos controles, novos relatórios, novas verificações, etc. Estas complicações são criadas por motivações internas, sem a devida avaliação de seus impactos sobre a qualidade final entregue aos clientes. Toda vez em que criamos dificuldades para nossos clientes, nós os estamos entregando nos braços dos concorrentes.

As questões acima são algumas das perguntas que devemos fazer constantemente sobre as razões, modo de execução e consequências de nosso trabalho. Um trabalho mais simples, mais eficiente e mais útil traz mais riquezas, e também mais prazer e mais alegria.

Fonte: http://criatividadeaplicada.com

Siga no Twitter: @jairosiqueira

Não Desista!





Como liderar o seu chefe e fazer mudanças na empresa

19 03 2011

De acordo com o “Livro de Ouro da Liderança” de John Maxwell a palavra liderar significa influenciar pessoas. Se partirmos deste princípio podemos especular que toda vez que influenciamos e persuadimos o nosso chefe, ele está sendo liderado por nós.

Veja como a história dos irmãos McDonald’s comprovam a teoria da influência e liderança. Dick e Maurice McDonald fundaram a primeira loja em Pasadena nos EUA e perceberam a oportunidade de expandir o seu negócio através de franquias. Em 1952 começaram a procurar interessados e conseguiram convencer apenas 15 pessoas a comprarem a sua franquia, das quais apenas 10 realmente abriram as portas. Insatisfeitos com os resultados os irmãos se associaram a Ray Kroc, que entre 1955 e 1959, conseguiu abrir cem restaurantes. Quatro anos depois, contava com quinhentos McDonald’s.

A capacidade de influência e persuasão ( liderança ) de Kroc era infinitamente maior que a dos irmãos que eram ótimos proprietários de restaurante. Sabiam administrar um negócio, tornar seus sistemas eficientes, cortar gastos e aumentar lucros. Eram gerenciadores eficientes, mas como líderes, isto é, influenciadores, estavam longe da excelência, pois não conseguiam convencer as pessoas a comprarem o sua fantástica franquia.

A história dos irmãos McDonald´s pode estar se repetindo com você, isto é, você tem uma bela ideia ou uma fantástica inovação para a sua área ou para a empresa, mas não consegue convencer as pessoas disto.

Gostaria de apresentar a você cinco dicas preciosas para você liderar a sua liderança, isto é, convencê-los sobre aquilo que acredita:

CONFIANÇA: antes de vender uma ideia ao seu superior tenha a convicção de que ele o considera uma pessoa confiável e assertiva, pois na maioria das vezes os chefes dizem NÃO “as pessoas” e não “as ideias”, simplesmente porque não confiam que elas realizarão um bom trabalho ou que tenham boas ideias. Antes de vender ideias venda assertividade e confiança.

Fonte: http://www.administrando.biz

Não Desista !





FANTÁSTICO – Água imunda transformada em água potável

6 11 2010

Olá leitores do Estrategiando.

Hoje vou compartilhar com Vocês um vídeo de uma apresentação realizada no TED que assisti aqui. O vídeo mostra como é possível, com uma invenção simplesmente fantástica, resolver o problema mundial de falta d’água potável.

Não seria uma excelente oportunidade para grandes empresas mundiais investirem em patrocínio? deixo aqui o registro de minha provocação às gigantescas Corporações para que elas destinem parte de seus investimentos em soluções para a humanidade.

Saiba um pouco mais sobre o TED no texto abaixo:

TED, Idéias que merecem ser espalhadas

O TED surgiu em 1984 como uma conferência anual na Califórnia e já teve entre seus palestrantes Bill Clinton, Paul Simon, Bill Gates, Bono Vox, Al Gore, Michelle Obama e Philippe Starck. Apesar dos mil lugares na platéia, as inscrições esgotam-se um ano antes. Cerca de 500 das palestras estão disponíveis no site do evento e já foram acessadas por mais de 50 milhões de pessoas de 150 países. A cada ano a organização elege um pensador de destaque e repassa a ele 100 mil dólares para ele que possa realizar “Um Desejo que Vai Mudar o Mundo”. Com essas 4 ações, TED Conference, TED Talks, TED Prize e TEDx a organização pretende transformar seu mote “ideias que merecem ser espalhadas” cada vez mais em realidade. “Acreditamos apaixonadamente no poder das ideias para mudar atitudes, vidas e, em última instância, o mundo”, dizem os organizadores do TED. Eu também. E você?

No vídeo Você poderá selecionar a legenda clicando em “View Subtitles” e selecionar “Português (Brasil)” caso o idioma inglês não lhe seja familiar.

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos! Você pode, Você deve!

Não Desista!





As redes sociais preferidas no mundo corporativo

3 11 2010

Pesquisa revela que mais de 65% das empresas já utilizam as redes sociais como ferramenta de comunicação com clientes e prospects. Infográfico mostra onde as empresas estão e o que elas têm feito.

Clique aqui para ver a imagem em tamanho real

Fonte: http://www.hsm.com.br

Não Desista!

 





Sorteio – eBook O fascinante Império de Steve Jobs

1 10 2010

Olá Leitores do Estrategiando.

Gostaria de iniciar este post agradecendo Vocês pelas mais de 6.500 visitas ao Blog Estrategiando ontem.

Como o grande motivador das visitas foi o post A arte de falar em público (clique aqui para ler) imagino que grande parte dos visitantes tenha interesse em conhecer um pouco mais sobre Steve Jobs e sua maravilhosa criação, a Apple.

Assim, resolvi criar uma promoção para sortear entre Vocês leitores do Estrategiando e também entre os seguidores do Blog Estrategiando no Twitter ( @estrategiando ) o eBook, em português, O FASCINANTE IMPÉRIO DE STEVE JOBS.

 

Como vai funcionar o sorteio:

 

1: Para os leitores do Estrategiando, bastará realizar um comentário neste post com a palavra Apple.

2: Para os seguidores do @estrategiando no Twitter, basta dar um retwett na seguinte frase: “eu quero o ebook que será sorteado pelo @estrategiando pra mim“.

No blog, vale apenas um comentário por pessoa mas no twitter, quanto mais RTs Vocês realizarem, maiores serão as chances (podem concorrer ao mesmo tempo no Blog e no Twitter).

O sorteio será realizado através do site RANDOM.ORG.

Serão 5 sorteados pelos comentários neste post e pelos RTs no Twitter. O resultado será divulgado no dia 12/10/2010.

Este é o eBook que será sorteado:

 

clique na imagem para ler a resenha do livro

 

Boa sorte à todos.

Don’t Give Up!





A Organização e suas “amarras virtuais”

23 06 2010

 

Com duas frases de um grande pensador, Peter Drucker, vou abrir este post:

“Nenhuma empresa é melhor do que o seu Administrador permite”

“Existe o risco que Você não pode jamais correr e existe o risco que Você não pode deixar de correr”

O motivo para iniciar este post com estas duas frases no grande mestre Peter Drucker é simples: Na minha interpretação, uma organização vai ser tão grandiosa quanto seu PIOR gestor.

Afirmo isso pois já pude vivenciar, em algumas Corporações, excelentes estratégias desenvolvidas por uma equipe visionária, atenta aos movimentos do mercado, inseridas no que há de mais competitivo no mercado em que atua, mas que por possuir uma liderança de visão restrita e presa a fundamentos retrógrados (amarras virtuais), acabam não apoiando a implementação da Estratégia apresentada.

Assim, concluo que de nada adianta formar equipes de alto desempenho, se a liderança não consegue acompanhar a evolução desta.

É provável que em sua Corporação Você encontre algum gerente que “trave” o processo de gestão por falta de conhecimento teórico, mas vou contar um segredo: em 99% dos casos, estes gerentes possuem Competências que apenas a alta cúpula de sua organização consiga identificar (mesmo que esta Competência seja a de ser Incompetente em gestão) – Essa pode ser a Estratégia da alta cúpula!!

Seu trabalho como Administrador passa também por identificar e solucionar situações onde os casos acima sejam um obstáculo para que suas Competências sejam aplicadas para o bem da Organização.

Corra o Risco, inove, descubra os caminhos das entranhas de sua Organização.

Pense nisso. <= (By Prof. Marins)

Don’t Give Up!





Isto a Faculdade de Administração não Ensina #1

22 06 2010

Olá.

Resolvi criar uma série de posts chamada “Isto a Faculdade de Administração não Ensina” para dividir com vocês algumas situações que já pude presenciar durante a minha carreira e que nenhum professor me disse durante minha graduação.

Bem, vamos lá então.

Você sabia que 80% das decisões tomadas durante uma reunião são na verdade tomadas antes mesmo da reunião ser agendada?

Como? Duvida ? Veja a explicação então:

Para aumentar significativamente as possibilidades de aprovação de sua ideia/projeto/produto/novos serviços ou seja lá o que for você precisa conquistar aliados antes de apresentá-la na reunião onde teoricamente sua ideia, …etc., será avaliada para aprovação ou não. E o que significa conquistar aliados? Vou explicar, de maneira simplista (que é a proposta do Blog Estrategiando) , o que isto significa.

Antes de levar sua ideia/projeto/produto/novos serviços para apresentar na reunião, apresente a proposta às pessoas que participarão da reunião e que têm força na organização (principalmente se sua ideia, … , etc. impactar diretamente estas pessoas com poder de persuasão dentro da organização.

E mais, aceite ideias que estas pessoas lhe darão, compartilhe suas expectativas e mostre o quanto eles poderão se beneficiar se a ideia for aprovada durante reunião. (não se limite em conquistar apenas 1 aliado – quanto mais melhor). Seja estratégico ao conquistar um aliado comentando que “fulano de tal” viu a proposta e aprovou. (não minta sobre isto).

Importante: jamais utilize o nome de alguém sem ter certeza que o aliado que Você está tentando conquistar não seja um “inimigo corporativo” deste alguém que você vai citar o nome. O que isto quer dizer? Você pode não acreditar, mas dentro das organizações existem pessoas que são inimigas corporativas uma das outras – acredite – e se isto ocorrer você acabou de arrumar um oponente à sua ideia, …etc.

Depois de ajustar sua ideia, …, etc., mostre-a novamente ao(s) seu(s) aliado(s), ressalte que com as opiniões dele o trabalho ficou muito melhor e que a organização vai  “ganhar” ainda mais graças as contribuições dele(s). Agradeça pela ajuda (seja persuaviso).

Depois de toda essa conquista (corporativamente chamamos isto de articulação), solicite o agendamento da reunião com as pessoas que têm poder de decisão na organização. Não esqueça de convocar seus aliados para a reunião.

Para aumentar suas chances, procure explorar os pontos discutidos com seus aliados, utilize sua habilidade de comunicação e faça com que estes aliados se pronunciem durante sua exposição. Lembre-se: teoricamente todos estão tomando conhecimento de sua proposta durante a reunião e ter comentários positivos em relação ao que está sendo apresentado é muito importante. (incentive-os a falar sobre os pontos positivos discutidos durante sua articulação com eles).

Com isso, a probabilidade de aprovação de sua ideia/projeto/produto/novos serviços ou seja lá o que for, aumentarão consideravelmente.

É isso !!

Concorda? Discorda? Tem alguma situação sobre o assunto para compartilhar conosco? Utilize o espaço comentários deste post. (seu email não será divulgado em nenhum comentário e sua privacidade está garantida).

Don’t Give Up!